IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Descomplique

Descomplique

Categorias

Histórico

Viaje barato: Dicas para aproveitar bem e não passar vontade

Júlia Mendonça

29/08/2019 04h00

Não há nada mais gostoso do que viajar. O problema é que sobra roteiro, mas falta dinheiro. Vou resolver esse problema hoje com as principais dicas para você se aventurar pelo mundo do jeito mais barato possível. Sem passar perrengue!

Escolha a melhor época

A maior economia da sua viagem será decidindo a melhor época para viajar. É fácil perceber isso sem fazer nenhuma pesquisa. Imagine o quanto mais caro fica ir para o Rio de Janeiro durante o Carnaval quando comparado ao inverno.

Todo local turístico tem esta sazonalidade. Em algumas épocas vai estar lotado e caro e, em outras, vazio e barato. Por isso, pesquise. O Google será seu melhor amigo nessa hora. Com certeza você vai encontrar algum blog com todas as dicas para fazer sua viagem no melhor momento possível.

Procure alternativas de hospedagem

Junto do transporte, a hospedagem é um dos maiores gastos nas viagens. Pesquise muito em sites de comparação de hotéis e não esqueça de buscar alternativas como albergues e Airbnb. Se o orçamento ainda não fechar com essas opções, procure o CouchSurfing, um site que promove hospedagem gratuita entre seus membros.

Cuidado com a alimentação

Uma das coisas mais legais de se fazer em viagens é conhecer a culinária local. Por meio dela, você descobre a cultura e os costumes da população local. O problema é que isso pode sair muito caro, se você decidir frequentar restaurantes todos os dias para conhecer mais a gastronomia regional. Lembre-se das gorjetas, das bebidas, do transporte –um passeio desses pode pesar bastante.

Vale a pena separar uma grana para curtir um restaurante mais arrojado, porém nos outros dias tente se alimentar com produtos comprados no mercado local. Além de economizar muito, é bastante interessante conhecer mais dos costumes locais ao consumir diferentes produtos que você encontra nos comércios e não são comuns no Brasil ou na sua cidade.

Evite programas de turista

As agências de turismo locais estão cheias de armadilhas. Preços inflacionados, passeios desnecessários, taxas que não existem. Por isso, pesquise em sites específicos de viagem, como o TripAdvisor, quais são as melhores experiências locais e como pagar mais barato por elas.

Ônibus e metrô aliados a aplicativos de transporte podem levá-lo a quase qualquer lugar da cidade, gastando muito menos. Além disso, você aproveita e pode conversar com os moradores locais para descobrir as melhores dicas de passeio e fugir das furadas feitas para atrair turistas.

Planejamento financeiro

Se você já pesquisou bastante todos os tópicos acima, deve ter uma ideia de quanto irá gastar por dia durante a sua viagem. Agora chegou a hora de fazer as contas. Some todos os gastos que terá durante os seus dias fora e acrescente 10% para imprevistos.

O ideal é que tudo esteja pago antes da viagem e que você não traga nenhuma dívida de fora. Se for necessário trocar reais pela moeda local, faça antes de partir. Eu recomendo que sempre troque um pouco por mês, todos os meses, até o dia de viajar. Assim irá pegar diferentes câmbios, desde o mais barato e até o mais caro, mas ao longo do tempo vai continuar numa média aceitável.

Não tenha vergonha

Se você gosta mesmo de viajar, pode pedir dinheiro em vez de presentes de Natal e aniversário para a sua família. Não é muito fácil, e nossa cultura não gosta desse pensamento, porém, se nunca viajou e deseja muito isso, pode ser uma boa alternativa para poupar os fundos necessários para isso.

Apesar de ainda ser caro, viajar está ficando cada vez mais acessível. Usando as dicas que passo todos os dias aqui no Descomplique e com um pouco de planejamento, com certeza você vai conhecer vários lugares economizando muito!

Veja também:

Aumento de salário, desconto na loja? Aprenda a negociar como profissional

Acordar às 5h da manhã virou modinha. Isso vai te ajudar mesmo?

É possível ficar rico trabalhando com redes sociais?

Passos para criar uma fonte de renda extra

Descomplique: Compensa comprar um carro ou usar aplicativos como Uber?

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.