PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Histórico

Categorias

Estas 4 atitudes com seu salário ajudarão a sobrar dinheiro para você

Júlia Mendonça

04/12/2019 04h00

Todo mês é a mesma coisa. Você recebe seu salário, paga todas as contas, separa um dinheiro para os gastos do dia a dia e o restante, se sobrar, você poupa. A partir de agora isso vai acabar e você mudará esse hábito.

Hoje vou mostrar 4 atitudes fundamentais que farão sobrar dinheiro para você conseguir fazer o que mais gosta sem precisar tomar nenhuma atitude drástica para isso.

Veja também:

Brasileiro quer dar R$ 125 no Natal; parece pouco, mas pode te endividar 

4 gastos que ninguém deveria cortar porque nos fazem bem e felizes 

Economize fazendo seus próprios produtos de limpeza em casa

13º salário: pague dívidas, divirta-se e fuja de viagens e presentes caros

1. Pague-se primeiro

Essa lição vem do livro "O homem mais rico da Babilônia", de George Samuel Clason, sobre colocar você em primeiro e mais importante lugar. Toda vez em que receber seu salário você não vai usá-lo para pagar contas ou efetuar qualquer compra. Você vai retirar 10%, no mínimo, para se pagar e construir seu futuro.

Se no momento esse valor fica pesado, comece com menos e vá aumentando. O importante é que comece logo. Esse dinheiro você pode guardar em investimentos que tenham liquidez diária, ou seja, que possa retirar no mesmo dia em que precisar da grana. É importante que não gaste com compras e presentes. Esse dinheiro é para garantir seu futuro.

2. Pague as contas e planeje o próximo mês

Depois de pagar a si mesmo vem a hora de colocar as contas em dia. Anote todos os seus gastos, desde os menores, aqueles diários na padaria, até os maiores, como o financiamento do imóvel. Você pode usar uma planilha de Excel, um caderno ou até aplicativos de planejamento para auxiliá-lo nisso.

Se não tem ideia de suas obrigações, marque todos os seus gastos por um mês e no mês seguinte verifique se são as mesmas contas ou se surgiram novas. Experimente separar as contas por categorias: casa, transporte, educação, mercado, cartões etc. Assim fica muito mais fácil perceber os exageros para cortá-los.

3. Separe uma grana para os gastos do dia a dia

Depois de retirar seu pagamento e o das contas, chegou a hora de saber de fato quanto sobrará na sua conta. Essa grana vai servir para cobrir os custos do seu dia a dia e seu lazer.

Pense em tudo que gera algum custo para você. Um lanchinho na padaria todos os dias, o ônibus, gastos com estacionamento, enfim, tudo o que você gasta diariamente. Deixe esse valor no previsto do seu orçamento diário e mantenha o controle para não acabar gastando mais do que deve. Se descobriu que seus gastos somam R$ 1.000 no mês, isso significa que terá R$ 33 por dia para gastar.

4. Separe dinheiro para se divertir

Lazer e diversão ajudam a ter e manter uma vida saudável. Não fique sem fazer o que gosta em prol de economizar mais grana. Se você curte ir ao cinema 4 vezes no mês e percebeu, vendo seus gastos mensais, que isso está saindo muito caro para o seu bolso, diminua para duas vezes. O importante é ter algo que dê prazer a você e traga alegria para sua vida.

Em alguns momentos, será necessário escolher entre sair para jantar fora, fazer uma viagem ou quitar uma dívida de juros altos, mas jamais corte a diversão de sua vida. Afinal, ninguém nasceu para apenas trabalhar e pagar boletos.

Descomplique: Mude sua cabeça para ter um "pensamento rico"

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.

Blog Descomplique