PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Histórico

Categorias

Briga com o marido ou a mulher por causa de dinheiro? Saiba resolver isso

Júlia Mendonça

10/02/2020 04h00

Uma das queixas mais comuns entre os casais é que um dos dois não sabe cuidar do dinheiro ou gasta demais. São raros os casos em que ambos estão satisfeitos com os hábitos financeiros do outro. Quase sempre a tentativa de resolução desse problema acaba gerando discussão e brigas, e dificilmente existe mudança de comportamento.

Como então convencer o(a) companheiro(a) a colaborar mais nas finanças e contas da casa sem precisar entrar em atrito? Separei algumas das principais atitudes sensatas para convencer sua cara metade a cuidar melhor da grana junto com você.

Veja também:

Milhas aéreas: entenda como ganhar dinheiro com elas

Conheça investimentos que podem valorizar e ainda pagar um "salário" mensal 

Apps "baratinhos" de celular que fazem um rombo no orçamento e você não vê

Obrigar-se a fazer uma dívida para poupar dinheiro faz sentido?

Conversar sobre dinheiro

O principal ponto é evitar falar de dinheiro somente em momentos de discussão ou quando as contas estão no vermelho. Fazendo isso você sempre estará associando dinheiro a algo ruim e dificilmente construirá uma relação saudável. Separe um dia do mês para conversar sobre planos em comum e criar objetivos conjuntos.

Não imponha regras. Por mais que seja difícil ver seu(sua) companheiro(a) fazendo algo de errado com o dinheiro, impor uma regra rígida para mudar esse comportamento dificilmente surtirá efeito. Falem sobre soluções! Comecem com mudanças pequenas e conversem sobre qual seria a melhor alternativa para mudar o comportamento errado.

Além disso é importante que o papo sobre dinheiro não venha carregado somente de sacrifícios. "Pare de ir ao cinema" ou "não gaste mais com roupas" são frases comuns, mas que dificilmente serão aplicadas no dia a dia. Vale muito mais a pena criar um objetivo comum e que ambos necessitam trabalhar para atingi-lo.

Por exemplo: "vamos sair das dívidas em 1 ano" ou "vamos fazer uma viagem em 6 meses". Assim fica muito mais fácil criar um plano em que cada um deve fazer a sua parte para atingir esse objetivo.

Atitudes valem muito

Atitudes falam muito mais do que palavras. Algumas pessoas não conseguem entender o benefício de ter um planejamento financeiro ou de um investimento até que vejam o poder dessas ferramentas.

Viajar sem fazer dívidas, comprar algo sem precisar parcelar ou ganhar os primeiros rendimentos são realizações fortes que podem mudar a percepção de qualquer pessoa que não acredita no poder da relação saudável com as finanças.

Não se esqueça de que muitas vezes, sem perceber, você também pode estar cometendo diversos erros com as finanças. Se isso acontece é muito difícil cobrar de qualquer pessoa uma atitude diferente da sua. Aprenda a escutar o outro lado e sempre avalie suas atitudes.

Tenha calma. Mudanças de comportamento são difíceis, podem levar meses para acontecer, e sempre haverá algumas recaídas. Evite brigar nesse momento. Procure soluções em vez de criar mais problemas. Converse, ajude e apoie. Somente assim o dinheiro passará a ser aliado e não o motivo das discussões.

Descomplique: Como ter uma renda extra sem sair de casa

UOL Notícias

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.

Descomplique