PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Pare de pagar para os outros fazerem coisas simples que você pode resolver

Júlia Mendonça

05/03/2020 04h00

Com o dia a dia corrido, entramos no modo automático de simplesmente contratar serviços para facilitar nossos afazeres e obrigações. Porém, não paramos para analisar que muitas vezes acabamos pagando muito caro por algo que nós mesmos poderíamos fazer sozinhos.

No post de hoje vou mostrar algumas das coisas que costumamos pagar para outras pessoas fazerem por nós, mas que tranquilamente conseguimos economizar um dinheiro e dar conta do recado. Bora descomplicar!

Veja também:

Reserva de emergência: com juros baixos, onde é melhor deixar esse dinheiro 

Ações: conheça as siglas do mercado para perder o medo e começar a investir

3 mentiras sobre dinheiro que atrapalham sua riqueza

Veja passos simples para escolher o melhor fundo imobiliário e lucrar mais

Fazer visto

Se você deseja viajar para os Estados Unidos, impreterivelmente precisa fazer seu visto americano. É necessário preencher um cadastro um pouco extenso, pela internet mesmo, pagar algumas taxas e marcar sua visita no consulado mais próximo.

Existem algumas opções para conseguir essa aprovação. A primeira é contratar um serviço de assessoria para vistos, que preencherá tudo para você e o auxiliará com eventuais dúvidas, ou dá para fazer tudo por conta própria.

Eu já fiz das duas maneiras e em ambas o resultado foi o mesmo. Inclusive, mesmo quando fiz com a agência, precisei resolver vários problemas sozinha e paguei caro por esse serviço. Com um pouco de paciência, você pode, sim, fazer todo o serviço do seu visto sozinho e realizar uma boa viagem.

Carregar e montar móveis (de pequeno e médio porte)

É comum encontrarmos lojas de móveis que ofertam um valor para a peça na caixa, sem instalação, e você mesmo faz o frete, ou cobram um valor a mais para isso. A ideia de não se incomodar com nada e pagar para alguém fazer esse serviço é tentadora, porém é algo dispensável.

Dependendo do tipo de móvel, é muito mais prático e rápido você mesmo colocar a mão na massa e resolver o problema. Comprei umas cadeiras para escritório e a diferença de valores era de mais de R$ 100,00.

Levei para casa, montei tudo sozinha e em 15 minutos estava com uma bela cadeira em casa e com o dinheiro na carteira. Se o móvel não for muito grande ou cheio de detalhes, é extremamente possível montá-lo sem grandes dificuldades.

Banho no bichinho de estimação

Pet shops em cidades grandes cobram de R$ 20 a R$ 60 por banho simples no seu bichinho. Se você costuma dar dois banhos por mês, seu gasto médio pode chegar a R$ 480,00 no ano por animalzinho.

Com um bom shampoo, escova, secador e uma hora do seu tempo, seu amiguinho está limpo, cheiroso e o dinheiro ainda continua no seu bolso. O intuito aqui não é deixar seu bichinho extremamente pomposo e com um penteado perfeito, mas sim o da higienização mesmo.

Só cuidado com raças em que o pelo exige cuidados especiais, principalmente em relação ao tipo de secagem e escovação. O spitz alemão, por exemplo, ou outros cachorros que têm excesso de subpelo, necessitam de mais cuidados no banho.

Arrumar a casa

Você não precisa eliminar por completo o auxílio de uma diarista em sua casa, porém pode diminuir a quantidade de vezes que contrata este serviço. Arrumar coisas básicas da sua casa não é uma tarefa muito complicada, nem demora muito tempo para fazer.

Juntar os papéis que estão largados na sala, colocar os sapatos no lugar, lavar uma cesta de roupas, passar uma vassoura duas vezes na semana são atitudes que você pode tranquilamente fazer sozinho. Não precisa sequer fazer tudo isso de uma vez só, mas cada vez que você vai de uma peça para outra dentro de sua casa, pode arrumar alguma coisinha pelo caminho.

Já pensou em alguma coisa que está pagando para uma pessoa fazer por você e que poderia fazer tranquilamente por conta própria?

Descomplique: Como economizar na conta de luz sem muitos esforços

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.