IPCA
0.19 Jul.2019
Topo
Descomplique

Descomplique

Categorias

Histórico

Método dos envelopes: um jeito descomplicado de organizar seu dinheiro

Júlia Mendonça

01/07/2019 04h00

Fazer um planejamento financeiro pode ser uma grande dificuldade para algumas pessoas. Os motivos são vários – desorganização, preguiça e o mais comum de todos: a matemática. Muita gente odeia fazer contas e planilhas. Para essas pessoas, vale bastante a pena o método dos envelopes para organizar as finanças. Ele é conhecido há muito tempo, e é exatamente como usá-lo que vou explicar neste post.

Primeiro passo

O primeiro passo para começar esse método é pegar vários envelopes e anotar na frente de cada um as diversas categorias de gastos. Os mais comuns são os seguintes:

  • Casa
  • Carro
  • Estudos
  • Mercado
  • Lazer
  • Investimentos

Você pode fazer quantos envelopes quiser. No primeiro mês que utilizar esse método, separe um dia da semana, durante quatro semanas, para anotar o quanto tem gasto em todas essas categorias. Guarde as notas fiscais dos produtos que comprou e posteriormente coloque dentro do envelope de cada categoria. Se gastou R$ 100 com combustível, coloque no envelope dedicado ao carro; se foi ao cinema, os respectivos gastos entram no envelope do lazer.

Anote os valores

Se não quiser ficar guardando notinha, você pode anotar numa folha todos os gastos da mesma categoria em uma semana, somá-los e colocar o valor total dentro do envelope. Escolha a forma com a qual se adapta melhor. Ao final do mês, você vai juntar todas as notas ou valores e somar tudo. Com esse valor, obviamente vai saber quanto gasta em cada categoria.

O ideal é que 50% dos seus gastos sejam reservados a despesas fixas como, por exemplo, água, luz, telefone e aluguel ou financiamento imobiliário; 30% do seu salário deve ir para gastos variáveis, como lazer e alimentação fora de casa, e 20% para seus investimentos.

Claro que isso não é uma regra rígida. Você pode adaptar ao seu gosto, mas nunca esqueça de investir, estudar e programar seu futuro. Isso é fundamental para que cresça como pessoa e profissional.

Reveja os gastos

Se o seu orçamento está muito diferente disso, vale a pena rever seus gastos. A mesma coisa se você está gastando muito mais do que ganha. Mas cuidado nessa hora: muitas pessoas cortam somente o orçamento do lazer para ajustar as finanças e mantêm o resto inalterado.

Isso é muito comum, mas acaba levando você a desistir do seu planejamento muito facilmente, pois ninguém aguenta ficar muito tempo sem lazer. Então, procure cortar gastos em todas as categorias se for necessário.

Feitos os ajustes e anotados os valores, é hora de se programar para o próximo mês. Muita gente gosta de tirar todo o valor necessário para pagar as contas e colocar as notas de dinheiro dentro dos envelopes para gastar sem fugir do orçamento. Pode ser uma boa alternativa, principalmente se você foge da linha de vez em quando. Claro, só não se esqueça de guardar bem os envelopes para não correr o risco de ser roubado.

Não ande com mais que o necessário

Passando os dias, você retira somente o valor necessário para cobrir o gasto daquela categoria no dia. Não saque mais que o necessário, pois corre o risco de ficar sem dinheiro durante o mês. Além disso, se for utilizar o método dos envelopes, não é recomendável que use o cartão de crédito, pois acrescentará um gasto não previsto em seu planejamento.

Caso deseje usar o cartão de crédito, separe um envelope com o valor aproximado da fatura. Assim não fica em débito com seu banco. Se você já tentou organizar suas finanças antes e não conseguiu, vale bastante a pena tentar esse método!

Gostou das dicas? Conte aqui nos comentários ou fale comigo pelo YouTube e Instagram. Sempre trago conteúdos para você ganhar mais dinheiro e investir melhor.

Veja também:

5 ideias práticas para ajudar você a sair do sufoco das dívidas
5 coisas que você nunca deve fazer com seu salário
3 truques que te fazem gastar mais dinheiro na hora das compras
10 formas de fazer renda extra sem precisar gastar nada

Descomplique: Passo a passo para limpar o seu nome sujo

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.