IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Descomplique

Descomplique

Categorias

Histórico

É possível ficar rico trabalhando com redes sociais?

Júlia Mendonça

22/08/2019 04h00

Os números nas redes sociais sempre são gigantes. Centenas de fotos, milhares de comentários e milhões de reais. De vez em quando, são divulgados os valores que alguns dos mais famosos influenciadores digitais cobram para fazer publicidade, e esses números deixam todos com vontade de abrir um canal no YouTube ou perfil no Instagram para ganhar muito dinheiro.

Neste post, vou passar a minha experiência como influenciadora digital que trabalha exclusivamente com internet e por meio dela relatar se é possível ou não ganhar dinheiro com as redes sociais e dar dicas para quem quiser seguir nesse nicho.

Veja também

Estas dicas vão te ajudar a criar o hábito de poupar 

Passos para criar uma fonte de renda extra

4 armadilhas que bancos usam para você gastar mais

5 erros que impedem você de guardar dinheiro

É fácil começar

É muito fácil produzir conteúdo atualmente. Com um celular, você tem um estúdio na mão, e isso promoveu a entrada de cada vez mais pessoas nas redes sociais procurando formas de ganhar dinheiro. Como em qualquer outro negócio, quanto mais concorrência, mais difícil fica.

A todo momento surgem dezenas de canais no YouTube e centenas de perfis no Instagram sobre o mesmo assunto. E é claro que a maioria dessas pessoas não vai fazer um centavo por meio da internet.

É exatamente como os jogadores de futebol. São milhares todos os anos que tentam a chance em um time grande, e a maioria nunca vai chegar a vestir a camisa de um grande clube. No caso dos influenciadores, são poucos os que têm o talento, o foco e a persistência necessárias para criar um negócio lucrativo.

Paciência é a chave

Para um perfil de Instagram ou um canal de YouTube começarem a serem rentáveis pode-se levar de dois a três anos produzindo conteúdo sem ganhar nada, apenas gastando dinheiro com cursos e equipamentos. Mesmo depois desse tempo, não existe garantia nenhuma de que haverá retorno financeiro.

É claro que, se tudo der certo, os ganhos podem compensar todo esse processo, senão hoje não existiriam tantas pessoas trabalhando com redes sociais. Quem tem sucesso nessa profissão normalmente começa nela como algo para se divertir fora do trabalho e falando de assuntos de que gosta muito.

Instabilidade

Existem vários influenciadores que mantêm o trabalho fora da internet para pagar as contas, pois o mercado de influência digital é bastante instável. Sempre estão surgindo concorrentes, o mercado muda o tempo todo e, de uma hora para outra, os seus ganhos podem cair bruscamente.

Por isso, é necessário sempre estudar e criar conteúdos diferentes. É muito fácil ficar para trás nesse mercado, e é por isso que hoje vemos cada vez mais influenciadores sofrendo de síndrome de Burnout, uma condição psiquiátrica causada pelo estresse e pressão emocional.

A exigência para estar sempre produzindo bons conteúdos e de estar disponível a todo o momento para a audiência é algo que a maioria da população não entende e, por esse motivo, existe ainda muito preconceito em relação aos influenciadores que adoecem.

Poucos ganham

Sim, é possível ganhar muito dinheiro com as redes sociais, porém, como em qualquer outra profissão, é preciso que você se dedique muito para estar entre os melhores. Infelizmente, a grande maioria das pessoas vai entrar e sair desse mundo sem lucrar um centavo.

Se você deseja começar nas redes sociais aqui vão algumas dicas:

  • Foque em um assunto específico. Quanto mais específico, menos concorrência, e a chance de virar autoridade no assunto é maior. Aos poucos você pode crescer o seu nicho de atuação
  • Não tenha medo de começar. Os erros vão aparecer no início, e isso faz parte do processo de melhora
  • Seja constante na produção de conteúdo
  • Seja autêntico, fale sobre o que você acredita e gosta. Só assim vai poder manter a sua produção de conteúdo por muito tempo
  • Não se compare a outros influenciadores. Cada um vive um momento diferente e tem dores diferentes
  • Tenha paciência. Leva tempo para desenvolver uma grande audiência

Descomplique: Como não deixar o dinheiro acabar com seu relacionamento

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.