IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Descomplique

Descomplique

Categorias

Histórico

4 erros mais comuns dos investidores iniciantes

Júlia Mendonça

02/09/2019 04h00

Quando começamos a investir, é normal que os erros ocorram. Na verdade, eles são tão esperados que, quando se perde dinheiro no mercado financeiro, chamamos isso de custo de aprendizado.

O que poucos sabem é que dá para diminuir muito ou até mesmo anular esse custo de aprendizado se você estudar e entender como funcionam os investimentos. Nesse post, vou ensinar quais são os erros mais comuns dos investidores iniciantes.

Veja também:

É possível ficar rico trabalhando com redes sociais? 

5 dicas para quem quer investir na Bolsa de Valores

Dinheiro para emergência: como juntar uma grana e onde guardar

Tem pouco dinheiro para investir? 4 dicas para fazer a grana render mais

Não entender onde está colocando o dinheiro

O básico que você precisa para começar a investir é saber para onde está indo seu dinheiro. Se investe no Tesouro Direto, deve entender que a sua grana está sendo emprestada para o governo federal; se investe em CDBs, seu dinheiro vai para um banco.

Apenas conhecendo essas coisas, você vai entender qual o risco do investimento que está escolhendo. Se deseja comprar uma debênture de uma empresa que está há anos no prejuízo ou uma ação na Bolsa de uma companhia à beira da falência, tem que estar preparado para a possível dor de cabeça que esse investimento irá trazer também.

Querer ganhos rápidos

Rentabilidades milagrosas costumam ser ofertadas com a intenção de atrair o cliente para um golpe. Os valores de ganhos costumam ser acima de 1% ao mês e com garantias. Normalmente esse tipo de negócio está relacionado com pirâmides financeiras. Então, quando ouvir uma proposta extraordinária, fuja correndo.

Muito cuidado com as operações de curto prazo na Bolsa de Valores, como o day trade. Essas operações atraem pela alta rentabilidade em poucos dias, mas são extremamente complexas e exigem muito estudo por parte do investidor. Quem não tem conhecimento nem estudo suficiente para entrar nisso tem possibilidade de perder muito dinheiro.

Não saber diversificar os investimentos

Você com certeza já ouviu a seguinte frase: "Não coloque todos os ovos na mesma cesta". É necessário alocar o dinheiro em investimentos diferentes, que façam sentido entre eles e os seus objetivos.

É muito arriscado ficar em poucos investimentos, pois a diversificação é mínima, e o risco acaba aumentando por conta disso. Ter somente Tesouro IPCA e ações em sua carteira não é interessante. O adequado é que a sua grana esteja alocada em ativos mais conservadores também como um CDB de liquidez diária ou Tesouro Selic.

Guardar dinheiro em vez de investir

É comum que as pessoas invistam apenas escutando conselhos e recomendações, sem de fato entenderem as escolhas que estão tomando. Confiar cegamente em terceiros nunca é interessante, pois você não está investindo, está apenas guardando dinheiro.

Todo investidor de sucesso tem um método, tem uma forma de programar onde irá colocar seus investimentos para renderem mais com o menor risco possível, para um objetivo determinado.

Com um pouco de estudo e dedicação, já é possível que consiga fugir dos principais erros que fazem os investidores iniciantes perderem muito dinheiro. Aqui no Descomplique, toda semana trago dicas para auxiliar a melhorar a sua relação com o dinheiro e os investimentos.

Descomplique: Mude sua cabeça para ter um "pensamento rico"

UOL Notícias

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.