IPCA
0.19 Jul.2019
Topo
Descomplique

Descomplique

Categorias

Histórico

Bancos digitais: economize até R$ 840 em um ano e ganhe praticidade

Júlia Mendonça

02/07/2019 04h00

Economizar com tarifas bancárias e não precisar enfrentar filas para resolver seus problemas financeiros parece um sonho. Felizmente isso tornou-se realidade por meio dos bancos digitais. Hoje eles são uma das maneiras mais fáceis, práticas e econômicas para organizar e cuidar da sua vida financeira. Bora descomplicar esse assunto!

O que é?

Antes de começar, é preciso saber o que é um banco digital. Ele opera como uma instituição financeira normal e conta com os principais serviços bancários como transferências, pagamentos e saques. A vantagem do virtual está em não ter agências físicas, evitando assim o deslocamento e longas esperas para o atendimento. Todo e qualquer procedimento é feito pela internet.

Você pode abrir a sua conta em um banco digital por celular ou computador, e os documentos necessários devem ser enviados digitalmente. Além dessa enorme praticidade, as contas digitais possuem outra grande vantagem: a maioria deles cobra muito pouco ou até não cobra nada para fazer as mesmas operações que um banco "normal" faz.

Veja também:

Uber x carro próprio: qual é o mais econômico para o seu bolso?
Quer opções para uma aposentadoria tranquila, sem ser previdência privada?
5 coisas que você nunca deve fazer com seu salário
Como guardar R$ 6.890 em um ano começando com R$ 5

Baixo custo

A maioria não possui mensalidade para manter a conta ativa, disponibiliza cartões de crédito sem anuidade e tem custo zero ou muito baixo para transferências e saques em caixas eletrônicos. Levando em consideração que bancos tradicionais chegam a cobrar R$ 70 mensais de taxa de manutenção da conta, é possível economizar R$ 840 em um ano apenas fazendo essa troca.

A maior preocupação dos consumidores quando desejam fazer a migração para uma conta digital é relacionada à segurança dessas instituições. Já houve vazamento de dados de clientes, porém esse fato ficou restrito a uma única instituição financeira digital. Em geral, os bancos digitais são tão seguros quanto os tradicionais.

Fique seguro

É claro que a segurança não depende só da instituição. O usuário também é responsável e precisa fazer a sua parte. A seguir, algumas dicas que irão ajudá-lo a escolher a melhor opção de conta e como manter um comportamento seguro, evitando problemas como fraudes e roubos:

  • Escolha bancos digitais consolidados ou que tenham ligações com grupos conhecidos
  • Não utilize senhas fáceis de serem descobertas
  • Não utilize o aplicativo do banco em redes de internet públicas
  • Instale aplicativos somente de fontes confiáveis no seu celular e mantenha seu antivírus sempre atualizado no computador

Os bancos digitais vieram para ficar, e quem ganha com isso é o consumidor, pois, com mais opções, há mais vantagens e facilidades também. Eu já aderi a essa tecnologia, e muitos dos meus seguidores também. Quem abre uma conta digital dificilmente volta atrás.

Gostou das dicas? Conte aqui nos comentários ou fale comigo pelo YouTube e Instagram. Sempre trago conteúdos para você ganhar mais dinheiro e investir melhor.

Descomplique: Passo a passo para limpar o seu nome sujo

UOL Notícias

Sobre a autora

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

Sobre o Blog

Dinheiro, finanças e investimentos de um jeito fácil e muito prático. O Descomplique vai fazer com que sobre grana no teu mês (e não o contrário!). Com linguagem simples e sem esconder as armadilhas do dia a dia que te deixam no vermelho, aqui você vai aprender a cuidar melhor do teu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.